logo-profantoniohenrique.png

O que é Fonética do Inglês para Falantes de Português?

O que é Fonética do Inglês para Falantes de Português?

A fonética do inglês é um campo de estudo que se dedica a analisar os sons da língua inglesa e como eles são produzidos e percebidos pelos falantes. Para os falantes de português, que estão acostumados com os sons da sua própria língua, aprender a fonética do inglês pode ser um desafio. Neste glossário, vamos explorar os principais conceitos e termos relacionados à fonética do inglês, de forma detalhada e acessível.

1. Sons Consoantes

Os sons consoantes são aqueles produzidos quando o fluxo de ar é obstruído ou restrito de alguma forma. No inglês, existem várias consoantes que podem ser diferentes das encontradas no português. Por exemplo, a consoante “th” em palavras como “think” e “that” é um som que não existe no português. Além disso, algumas consoantes podem ter diferentes pronúncias dependendo da posição em que aparecem na palavra.

2. Sons Vogais

Os sons vogais são aqueles produzidos quando o fluxo de ar não é obstruído ou restrito. No inglês, existem várias vogais que podem ser diferentes das encontradas no português. Por exemplo, a vogal “i” em palavras como “sit” e “bit” tem um som mais curto e fechado do que a vogal “i” em palavras como “site” e “bike”. A pronúncia correta das vogais é fundamental para a compreensão e a comunicação eficaz em inglês.

3. Acento Tônico

O acento tônico é a ênfase dada a uma sílaba em uma palavra. No inglês, a posição do acento tônico pode variar de palavra para palavra, e isso pode afetar a pronúncia e o significado das palavras. Por exemplo, a palavra “record” pode ser pronunciada com o acento tônico na primeira sílaba, significando “gravar”, ou com o acento tônico na segunda sílaba, significando “registro”. É importante aprender a identificar e reproduzir corretamente o acento tônico nas palavras em inglês.

4. Sons Nasais

Os sons nasais são aqueles produzidos quando o fluxo de ar passa pelo nariz. No inglês, existem sons nasais como o “n” em palavras como “man” e “can” e o “m” em palavras como “mom” e “come”. É importante aprender a diferenciar e reproduzir corretamente os sons nasais em inglês, pois eles podem alterar o significado das palavras.

5. Sons Frictionais

Os sons frictionais, também conhecidos como sons fricativos, são aqueles produzidos quando o fluxo de ar é obstruído parcialmente, criando um atrito. No inglês, existem sons frictionais como o “f” em palavras como “fun” e “fish” e o “s” em palavras como “sun” e “see”. A correta produção desses sons é essencial para uma pronúncia clara e compreensível em inglês.

6. Sons Líquidos

Os sons líquidos são aqueles produzidos quando o ar flui livremente ao redor da língua. No inglês, existem sons líquidos como o “r” em palavras como “red” e “car” e o “l” em palavras como “love” e “like”. A pronúncia correta desses sons pode ser um desafio para os falantes de português, pois eles podem ser diferentes dos sons líquidos encontrados na língua materna.

7. Sons Glides

Os sons glides, também conhecidos como semivogais, são aqueles produzidos quando o ar flui suavemente através da boca, sem obstrução. No inglês, existem sons glides como o “w” em palavras como “well” e “win” e o “y” em palavras como “yes” e “yellow”. A correta produção desses sons é importante para uma pronúncia precisa e natural em inglês.

8. Ligação entre Palavras

No inglês, é comum que as palavras sejam ligadas umas às outras na fala, formando uma sequência contínua de sons. Essa ligação pode afetar a pronúncia das palavras individualmente e a compreensão do discurso como um todo. É importante aprender a identificar e reproduzir corretamente a ligação entre palavras em inglês para uma comunicação eficaz.

9. Sotaque

O sotaque é a forma como uma pessoa pronuncia os sons de uma língua, influenciado pela sua língua materna e pela região em que vive. Os falantes de português podem ter um sotaque ao falar inglês, o que pode afetar a compreensão e a comunicação com falantes nativos de inglês. É importante estar ciente do próprio sotaque e buscar aprimorar a pronúncia para uma comunicação mais clara e eficaz.

10. Transcrição Fonética

A transcrição fonética é um sistema de representação dos sons de uma língua por meio de símbolos específicos. No inglês, a transcrição fonética pode ser usada para indicar a pronúncia correta das palavras e auxiliar no aprendizado da fonética. É importante aprender a ler e interpretar corretamente os símbolos da transcrição fonética para melhorar a pronúncia e a compreensão em inglês.

11. Exercícios de Pronúncia

Para aprimorar a pronúncia da fonética do inglês, é recomendado realizar exercícios específicos de pronúncia. Esses exercícios podem incluir a prática de sons individuais, a repetição de palavras e frases, e a imitação de falantes nativos de inglês. A prática regular desses exercícios pode ajudar a desenvolver uma pronúncia mais precisa e natural em inglês.

12. Recursos de Aprendizado

Existem diversos recursos de aprendizado disponíveis para auxiliar no estudo da fonética do inglês. Isso inclui livros, cursos online, aplicativos e materiais de áudio. É importante utilizar esses recursos de forma consistente e dedicar tempo regular para o estudo da fonética do inglês, a fim de melhorar a pronúncia e a compreensão da língua.

13. Prática e Persistência

Por fim, é importante ressaltar que a prática e a persistência são fundamentais para o aprendizado da fonética do inglês. A pronúncia correta dos sons e a compreensão da fonética podem exigir tempo e esforço, mas com dedicação e prática regular, é possível alcançar uma pronúncia clara e eficaz em inglês.

Pesquisar :
Populares :

Newsletter

Cadastre-se para receber conteúdos  exclusivos gratuitos!

Acquistando 3 cappellini o più

20% off

Il Codice è: ITALIALOVE